quarta-feira, 15 de abril de 2009

ABAP promove discussão anti-crise

A Abap - Associação Brasileira de Agências de Publicidade promove uma discussão sobre como a comunicação pode ser utilizada como uma importante ferramenta para atenuar os efeitos da crise financeira mundial.

Ao certo ninguém sabe o tamanho da crise, se é pequena, grande, muito grande, a maior de todas... se o pior já passou ou está por vir... se vai durar mais alguns meses ou muitos anos... se as medidas dos governos são fortes, são fracas. Vão ajudar, não vão fazer nenhuma diferença... INCERTEZA é a única palavra que define o atual momento.

O que a comunicação publicitária pode fazer para atenuar os efeitos da crise?

A comunicação publicitária não tem poderes para neutralizar a crise, mas pode injetar ânimo e combater o pessimismo, pode ajudar a despertar o espírito empreendedor e aguçar o instinto competitivo. Afinal de contas, se a comunicação não puder ajudar, quem pode? Assim diz o material disponibilizado no site da entidade sobre o movimento anti-crise.

Segundo a Abap a campanha proposta pela associação não é campanha de governo, não é campanha de entidade, não é campanha de ufanismo, não é resultado de doação dos veículos. É uma campanha de iniciativa privada que pertence a cada empresa que fizer uso dela.

Veja abaixo as peças que compõe a campanha Anti-crise da Abap.

Deixe o seu comentário no A Hora do Galo, vamos movimentar este fórum de discussão!


video

Café Intercom debate teorias da comunicação

Mesa-redonda ocorrerá no dia 23 de abril, às 19h, no Hotel Serras de Goyas, contará com a participação dos professores Maria Luísa Mendonça, Márcio Júnior e Ana Carolina Rocha Pessoa Temer, que lançará o livro “Para entender as Teorias da Comunicação”

A Faculdade Araguaia promove em parceria com a Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás no dia 23 de abril o Café Intercom 2009. O evento, que será realizado às 19h, no Hotel Serras de Goyas, em Goiânia, consiste em uma mesa-redonda que abordará o tema Teorias da Comunicação. Participam do debate as professores Ana Carolina Rocha Pessoa Temer e Maria Luísa Mendonça, da Facomb/UFG, e o professor Márcio Júnior, da Faculdade Araguaia.
À oportunidade, haverá o lançamento oficial do livro “Para entender as Teorias da Comunicação”, de Ana Carolina Rocha Pessoa Temer e Vanda Cunha Albieri Nery. O Café Intercom conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares de Comunicação (Intercom), da Faculdade Araguaia, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFG, do Hotel Serras de Goyas e da Agência Ginga Rara do professor Alencar Oliveira.

Fonte: Facomb/UFG

Festivais de cinema fomentam a produção universitária


O edital da terceira edição do Festival traz como principal novidade a premiação em dinheiro para três categorias. As inscrições vão até 19 de maio

O Perro Loco 3, projeto de extensão da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (Facomb/UFG), recebe inscrições de filmes universitários para a Mostra Competitiva entre os dias 21 de março e 19 de maio.
Os filmes classificados para a Mostra Competitiva irão concorrer às seguintes premiações remuneradas: melhor documentário, melhor ficção e melhor animação, com prêmio no valor de R$ 1.000,00 para o filme vencedor em cada uma das três categorias.
As outras categorias, premiadas simbolicamente, serão: melhor obra escolhida pelo voto popular, com premiação surpresa, e melhor domínio de linguagem, melhor experimentação de linguagem, melhor expressão cultural além de prêmios especiais do júri.

Maiores informações: www.perroloco.com.br






Estão abertas até 30 de abril as inscrições para o 14º Festival Brasileiro de Cinema Universitário. Serão premiados os curtas que se destacarem em: Retrato da realidade nacional, Expressão cultural, Pesquisa de linguagem, Expressão poética, Contribuição artística, Contribuição técnica e Construção de Narrativa. O júri será formado por estudantes e professores universitários, bem como por profissionais da atividade cinematográfica.
Para participar da Mostra Competitiva Nacional que ocorrerá entre 29 de julho a 09 de agosto de 2009 no Rio de Janeiro – os curtas realizados por universitários brasileiros terão que atender às seguintes exigências:
a) Terem duração máxima de 30 minutos.
b) O diretor e, pelo menos, outras (03) três funções técnicas entre Roteirista, Diretor de Produção, Diretor de Fotografia e Câmera, Diretor de Arte, Técnico de Som Direto, Montador e/ou Editor terão de ter sido ocupadas exclusivamente por universitários brasileiros à época da realização do curta;
c) Completados a partir de 2007 e não exibidos em edições anteriores do Festival.

Obs: Não há taxa de inscrição.
Maiores informações: www.fbcu.com.br